Os desafios e as conquistas da adaptação escolar

Esse é um assunto recorrente no início de cada ano. Cada mãe e pai nos emocionam com suas experiências e histórias relacionadas à adaptação, tanto dos pais quanto da criança ao ambiente escolar.

 

Nunca é fácil a primeira despedida, um momento cheio de questionamentos: será que vai ficar tudo bem? Ele vai se alimentar direito? Vai dormir o suficiente? Vão acolhê-lo apropriadamente caso se sinta inseguro?

Para que essas perguntas não tirem sua paz, é importante que você tenha um vínculo forte com a escola, conheça as professoras e profissionais da secretaria e coordenação pedagógica, tenha a liberdade de levar questionamentos e tenha um canal aberto para receber informações de como está sendo a adaptação no momento em que você não está presente. Isso, alinhado com a confiança que fez com que você decidisse pela instituição, serão um bom caminho para uma adaptação mais suave.

 

Mas ainda não é garantia de que não haverá choro…

 

A chegada em um novo ambiente, com pessoas ainda estranhas, a introdução de novos horários e rotinas, os estímulos visuais e sonoros diferentes do habitual, tudo isso, somado à separação por algumas horas da mamãe e do papai, é geralmente traduzido em alguns minutos de choro.

 

Isso é dolorido, pois pode deixar os pais e as mães com a sensação de estarem falhando, já que é da natureza humana tentar solucionar a causa do choro o mais breve possível. Essa é a hora de se apegar a sua decisão e confiar tudo dará certo - e manter o telefone em mãos, pois se for necessário, a escola ligará.

 

É importante lembrar que essa situação do chorinho pode não acontecer no primeiro dia, pois nesse momento a escola é uma grande novidade, e a criança está tão imersa nessa nova descoberta que ainda não relacionou o ambiente escolar com o tempo afastado da mamãe. Isso pode acontecer somente no segundo ou terceiro dia. Se for o caso, cuidado para não buscar comparações, pois cada família terá uma experiência diferente nesse momento.

 

Certamente esse será um momento lembrado por toda a vida da mamãe e do papai, e é importante ter a clareza que a adaptação não é somente da criança, mas de todo o núcleo familiar, e se os desafios dessa fase estiverem claros, ficará mais tranquilo passar por ela. Uma coisa é certa: essa fase vai passar!

 

Ainda haverá dias de choro, pois o choro é uma das linguagens da criança, e muitas vezes essa é a forma dela expressar sentimentos que ainda não entende, e também mesmo nós, com todo o senso de responsabilidade que nos cerca, temos dias em que iríamos preferir ficar em casa.

 

Com o tempo, é natural que os pais ganhem confiança com o ambiente escolar, a criança crie um forte relacionamento com as professoras, a rotina se torne familiar e assim, tanto a criança quanto os pais sintam-se mais à vontade. A rotina escolar começa a ser natural, e a ida para a escola já não é mais vista como um separação, mas como uma atividade prazerosa.

MOSAICO
Educação Infantil

Rua Aristídes Lôbo, 80, Esquina com a Rua Tangará

Agrônomica

Florianópolis/SC

 (48) 98831 4999

 (48) 3206 1222

  • Facebook